domingo, julho 18, 2010

Tempo

Photo by @rickvanpelt


O tempo anda passando rápido.

E eu não descobri ainda se isso é bom ou ruim.
Talvez seja bom, e a dor dos dias seja abreviada. Talvez ruim, por deixarmos as tardes passarem diante do nosso nariz, enquanto pensamos no que fazer depois de amanhã. As noites insones e desesperadas, ou cansadas e tristes. As manhãs, preguiçosamente improdutivas, dadas ao nada, sem nem mesmo serem pensadas.

 
Que a dor seja mesmo abreviada, e que não tenhamos tempo para perder.

 
Por Isa T.



Isa T., estudante baiana, 22 anos, corta o próprio cabelo, escreve sobre sonhos, e esquece, às vezes, que inspiração é só 10%. Combinação perfeita: café e chocolate, porque como ela insiste em dizer sempre (em citações), “sem o amargo, o doce não é tão doce.” Posta no Vanilla sky.

2 comentários:

joyce domingos disse...

''....O meu futuro é esperar pelo presente de fazer

O tempo engatinhar
Do jeito que eu sempre quis
Distante é devagar
Perto passa bem depressa assim....''

(móveis coloniais de acaju)

li e instantâneamente lembrei dessa música...

bj!

Júnior Creed disse...

Isa, mto bom tê-la aqui abrindo essa sessão de hedonistas convidados. vc que tão bem explora os prazeres da vida, vivendo e amando e querendo e pensando em tudo como se não houvesse amanhã.