segunda-feira, novembro 08, 2010

Half Life in Full Circle...


-
Tudo: fragmentos...
Nenhum riso
Parou de falar-me no violão
E não mais me devolveu
A paz.
Trancou-se entre quadro paredes
Alimenta ilusões
E pelo menos ali pensa ser grande.
Ensimesmou-se,
Ficou
Com seu
Vazio.
Mudou freqüentemente de disposição
Talvez, disse coisas que não era de sua vontade...
Inventou desculpas
Pretextos...
E transformou-me mais do que quaisquer pessoas
Afogou-me no álcool,
No sexo.
Limitou-se a existir:
Deixou de viver.
---
p.s: imagem - Duy Huynh, Half Life in Full Circle

Um comentário: