segunda-feira, setembro 20, 2010

mas, eu te amo.

fica comigo. eu amo seu cheiro, seu beijo, a maneira como me toca, até seu falar errado. eu e somente eu sou pra você. prometo ser mais paciente. prometo ser menos ciumenta. prometo suportar suas conversas etílicas, seus gastos injustificáveis de dinheiro, sonhos e provocações. prometo te deixar entrar sem pedir licença. mas, fica comigo. sem dor, sem medo, como todos os dentes, com toda a saliva. com todo o teu amor. com todo seu ego inferior. feito para o meu amor. amor que se não for amor é uma atividade avançada de paranóia. mas, eu te amo. à minha maneira. só isso: fica comigo?!

(...)

o número chamado está desligado ou não pode receber sua ligação nesse momento.

----------

2 comentários:

Í.ta** disse...

dói.

às vezes a escrita salva.
mas só às vezes.

raphamarques disse...

Boa Mateus! reticências e solidão de um telefonema :)