quinta-feira, agosto 26, 2010

Crônica de uma Paixão Anunciada


"Quando sonho escrevo belos poemas,ao acordar esqueço-os e me ponho a abraçar a vontade de viver!"





não podia ser diferente.o tédio transpira ao amanhecer,é a hora
acordo para me apaixonar,antes de ir à frente do espelho
ela,distante,seria quem caminha nas ruas,perdida no cinza horizonte
se tudo ao redor um vazio,sem paixão que vida temos?
no trabalho a ânsia que assola,quem é ela a quem o meu amor tomará meus pensamentos?
geralmente são garçonetes,caixas de supermercado,atriz de um filme  cult que fica com o mocinho feio ou alguma colega de trabalho que deixou de maquiar-se ou mesmo a nova follower no twitter
ela vai me escrever um mail no meio da tarde que fará flutuar a realidade para longe de mim,abrupta
dirá aos meus ouvidos à noite:"te quero dentro de mim"
tanto carne como sonhos a vida é breve
cada batida,cada sôfrego,espero que esta esperança não seja a ultima
hoje é dia de se apaixonar ,valho-me inteiro,sem pedaços fustigados
...e minha musa acaba de aparecer!


@raphamarques

Um comentário:

Mirela C. Veloso disse...

É se ocupando do cotidiano que a vida acontece!!